Gerenciamento de resíduos da construção civil: como fazer?

4 minutos para ler

Já pensou em acertar no orçamento, cumprir o cronograma e, mesmo assim, ter problemas com a obra? Pois saiba que isso pode acontecer quando os resíduos das etapas não são considerados e tratados corretamente. A fase responsável por esse resultado é o gerenciamento de resíduos da construção civil, que precisa ser executado de maneira completa e estratégica.

Assim que você conhecer as leis vigentes e a forma correta de atuar, poderá evitar diversos problemas e aumentar a segurança de todo o negócio. Sendo assim, quer saber tudo sobre o gerenciamento de resíduos da construção civil? Continue a leitura que vamos mostrar!

O que é esse processo?

O processo de gestão dos resíduos corresponde à identificação de tudo o que “sobra” em uma obra, além de classificar de acordo com as categorias previstas. Depois, é uma etapa que envolve a destinação adequada de cada material, como para outras empresas que utilizam os resíduos como matéria-prima.

O gerenciamento de resíduos da construção civil é obrigatório e, normalmente, exigido antes mesmo de a obra começar. Assim, é possível garantir que tudo terá o tratamento adequado, sem prejuízos ao meio ambiente.

O que diz a lei sobre o gerenciamento de resíduos da construção civil?

A Resolução CONAMA nº 307/2002 é a principal a definir a obrigação da gestão em relação aos resíduos da construção civil. Ela determina os conceitos e cria as classes para dividir os diversos resíduos.

Já a Política Nacional de Resíduos Sólidos, dada pela Lei nº 9.605/1998, estabelece regras específicas para produtos nessas condições. Como as definições são aplicáveis a todos os setores, elas podem ser usadas para estabelecer melhor a sua política.

É obrigatório atender a todas as especificações, de modo a garantir a total aderência da construtora às regras.

Qual a importância para a empresa e para o meio ambiente?

Um bom gerenciamento de resíduos da construção civil faz bem tanto para o negócio quanto para o meio ambiente. Em relação à construtora, é possível cumprir todas as regras previstas por lei e, assim, evitar embargos, multas ou problemas.

Também há a chance de consolidar uma atuação sustentável, com uma proposta verde. Isso ajuda a fortalecer a marca e permite associar valores positivos à presença no mercado.

Para o meio ambiente, o cuidado representa menos riscos de poluição e contaminação. Como muitos materiais podem ser reaproveitados, ainda é uma forma de diminuir a exploração de recursos naturais.

Como realizar corretamente essa gestão?

A criação do plano de gerenciamento de resíduos da construção civil é essencial para saber como cuidar corretamente desses resíduos. É interessante ter visibilidade completa sobre o projeto para entender quais são os produtos utilizados e qual é o tratamento destinado a cada um.

Ferragens e outros elementos de aço podem ser direcionados à reciclagem ou ao reaproveitamento por parte de empresas interessadas na matéria-prima. O restante de massa, cimento, rejunte e outros componentes pode se transformar em agregado de pavimento ou mesmo de concreto. Já materiais potencialmente contaminantes, como o gesso, exigem atenção redobrada para não prejudicarem o ambiente.

Por isso, além de definir a destinação dos produtos, é essencial especificar os responsáveis técnicos, o cronograma e quem serão os responsáveis no final. Na parte de logística, observe como será o armazenamento e até o transporte, que também deve ser seguro.

Quais os riscos de um gerenciamento inadequado?

Errar nesse processo, do planejamento à execução, traz diversos riscos. A disposição incorreta de entulhos no canteiro de obras aumenta os riscos de acidentes, o que leva a indenizações e à perda de produtividade.

Além disso, há o risco de perder dinheiro. Por mais que o gerenciamento tenha um custo atrelado, é mais barato que pagar multas ou ter a imagem arranhada. Uma contaminação ambiental pode custar a reputação, o posicionamento e altos valores. Sem esse processo, portanto, tanto a empresa quanto os colaboradores e o meio ambiente são prejudicados.

O gerenciamento de resíduos da construção civil é essencial para o sucesso da sua obra. Por isso, recomendamos ficar de olho em todas as regras e montar um plano completo de ação para não correr nenhum risco.

Para ter uma ajudinha extra nesse processo, entre em contato com a Salvabras e veja como nossos produtos ajudam nessa etapa!

Posts relacionados

Deixe um comentário