Reforma comercial: tudo que você precisa saber sobre o assunto

12 minutos para ler

Diante de clientes cada vez mais exigentes, uma empresa deve estar sempre preparada para inovar, ter bons produtos ou serviços e prestar um atendimento de excelência. No entanto, se essas atividades são realizadas em um espaço físico, acredite: ele também merece atenção especial. Afinal, trabalhar em um ambiente limpo, agradável e confortável faz toda a diferença na experiência de compra ou em uma negociação.

E, caso você perceba que não tem estrutura suficiente para tanto, é hora de começar a considerar o planejamento de uma boa reforma comercial. Não se assuste, porém, com esses termos. A princípio, você pode pensar em algo muito demorado, em sujeira por toda parte ou no atraso das atividades gerais da organização. Mas não é bem assim! Basta tomar algumas precauções, e o resultado será ainda melhor do que o esperado.

Com um visual renovado e um design interessante, não há dúvidas de que seu estabelecimento conseguirá conquistar muitas pessoas mais. Não sabe como iniciar esse processo e quais cuidados tomar para que ele realmente corra bem? Continue a leitura para tirar todas as suas dúvidas e aprender outros aspectos importantes sobre esse assunto.

Quais são os tipos de reforma comercial?

Quando se trata do ambiente de trabalho, é importante reforçar que ele precisa manter, durante a reforma, na medida do possível, sua rotina e que cumprir prazos para a realização da obra é essencial, tanto para o fornecedor quanto para a empresa contratante.

Sendo assim, a reforma comercial pode ser de três tipos, e é interessante se informar acerca deles para evitar investimentos desnecessários e apostar na alternativa certa. A seguir, você conferirá quais são!

Manutenção preventiva

A manutenção preventiva é simples e rápida. Sua intenção é apenas resguardar o espaço e realizar melhorias antes mesmo de que algo demonstre algum desgaste. Ela geralmente é feita em telhados, em calhas e na pintura. Assim, o estado da estrutura permanece sempre bem conservado e tem menos chances de apresentar impasses repentinos.

Manutenção corretiva

A manutenção corretiva, por sua vez, acontece quando algo realmente estraga ou um problema aparece. Ela não é planejada, então, há certa urgência em sua execução. A reforma pode ser rápida e pequena, assim como pode gerar uma avaria mais complexa. Daí a importância da manutenção preventiva, para que não se chegue a esse ponto.

Reparos imediatos

Nessa reforma, o nível de urgência cresce. Ela engloba a correção de vazamentos, da rede elétrica, de pisos, janelas ou portas quebradas. São todos os problemas que podem atrapalhar por completo o dia a dia da empresa e, até mesmo, impedir seu funcionamento.

Reformulação de espaço

Esse tipo de reforma, por sua vez, é mais voltado para a estética do ambiente. Ela conta com um trabalho de modernização ou de ampliação do espaço, além de reformular áreas comuns, como banheiros, vestiários e estacionamentos. Além disso, preocupa-se com cores, detalhes de design e tendências de arquitetura e decoração para melhorar o espaço.

Como otimizar o processo de reforma comercial?

Diversos estabelecimentos precisam lidar com uma grande quantidade de clientes diariamente. Com isso, manter o local interditado até o fim de uma reforma completa pode gerar muitos transtornos, inclusive prejuízo financeiro. Por isso, é fundamental colocar em prática algumas sugestões para otimizar o tempo de reforma. As sugestões mais populares são as elencadas a seguir.

Reforma no período noturno

Quem não pode parar o trabalho por sequer um segundo deve apostar nessa opção. Com um cronograma bem estabelecido e uma estrutura suficiente para que os fornecedores executem suas ações, com certeza, as etapas fluirão bem e serão terminadas no prazo certo. O que não puder ser feito à noite pode ser organizado para tomar apenas um dia, de modo a não prejudicar o andamento do negócio.

Reforma aos finais de semana

Assim como as reformas noturnas, você pode se planejar para os finais de semana. Essa é uma opção mais indicada para reformas sem urgência e menos complexas, para que a finalização não seja adiada por muito tempo. Leve em conta, porém, de que nem sempre o ambiente poderá ficar totalmente limpo, visto que alguns materiais de construção estarão expostos. Invista nessa alternativa apenas se conseguir lidar com a situação durante a semana.

Reforma em espaço parcial

A ideia dessa opção é interditar o espaço e deixar que a reforma aconteça parcialmente. Deixe claro o que será reformado por vez e tente encontrar meios para que o trânsito de clientes não seja impedido e para que eles não se sintam desconfortáveis durante o atendimento. Existem empresas que fazem a limpeza específica nesse curto intervalo de tempo, o que pode compensar a contratação.

Caso não seja possível ou se houver chances de danificar a sua mercadoria, exclua essa possibilidade e foque uma das duas anteriores. Afinal, a integridade de seu público, de seus colaboradores e de suas mercadorias deve vir sempre em primeiro lugar.

Quais são os cuidados que devem ser tomados na reforma comercial?

Para que a sua reforma comercial não se torne uma dor de cabeça, alguns cuidados são fundamentais nesse processo. Não deixe de colocá-los em prática, sem exceções, para não ter que lidar com decepções mais tarde. Confira os principais!

Estude sua real necessidade

Primeiro, saiba exatamente o que você quer dessa reforma. Estude seu segmento, entenda a necessidade de mercado e leve em conta as suas possibilidades financeiras, além de seus desejos e expectativas, é claro.

Conte apenas com especialistas

Nada de fazer alguma etapa por conta própria. É essencial contar sempre com especialistas do ramo, como engenheiros, arquitetos e decoradores. Somente esses profissionais estarão aptos para dar sugestões e fazer definições que não peçam qualquer refação depois.

Mantenha uma reserva

Você sabe muito bem que imprevistos acontecem. Diante disso, mantenha, pelo menos, 10% do valor investido na reforma como reserva. E lembre-se: só porque algo deu errado momentaneamente não significa que não exista conserto. E isso não é sinônimo de falta de planejamento, são apenas acontecimentos normais em nossa vida. Jamais se desespere na pressa de resolver, do contrário, acabará por gastar mais do que o previsto.

Quais as melhores práticas que devem ser aplicadas na reforma comercial?

Algumas práticas contribuem bastante para um resultado positivo em sua reforma. E, para muito além disso, também ajudam a poupar tempo e a deixar cada etapa organizada e com respaldo suficiente para que nada dê errado. Abaixo, veja algumas delas.

Faça um cronograma

Para começar, sente-se com seus fornecedores e desenvolva um cronograma completo. Ele deve fornecer uma visão geral a respeito do início e da finalização da obra, mas também estar bem dividido em etapas. Assim, caso os profissionais sejam trocados, a data para que os próximos entrem em ação já fica agendada. Isso diminui riscos de atrasos e também de possíveis desistências.

Informe-se sobre a lei

Nenhuma reforma pode acontecer se não estiver em conformidade com algumas questões legislativas. Portanto, informe-se de tudo o que for necessário a respeito do seu tipo de negócio. Caso tenha dificuldades em entender termos e cláusulas, procure um especialista do setor jurídico para que nenhum detalhe fique de fora.

Diversifique os profissionais

É importante ter em mente que cada profissional tem conhecimento específico em uma área diferente. Mesmo que um engenheiro tenha domínio geral da obra, por exemplo, não deixe que somente ele supervisione o andamento. Conte sempre com a competência e o entrosamento da equipe para a realização das etapas, do contrário, uma visão limitada pode interferir negativamente no resultado.

Como montar uma boa equipe para trabalhar na obra?

Pensar em uma reforma de qualquer tipo pode trazer certo desânimo. Isso porque nem sempre sabemos como será a equipe que vai trabalhar na obra, se ela é realmente competente e se é preocupada em cumprir prazos e demandas. Mas fique tranquilo, há como resolver essa questão com apenas algumas providências simples.

Comece avaliando o tamanho de seu projeto. Assim, será mais fácil entender qual mão de obra será necessária — de engenheiros, de arquitetos, de empreiteiros, de marceneiros, de pedreiros e outros. Ao estabelecer esses pontos, ficará mais fácil ir atrás de profissionais especializados.

Junto a seus fornecedores, busque indicações. Em geral, eles conhecem muitas pessoas de confiança e que fazem um bom trabalho. Ou, até mesmo, têm internamente uma equipe preparada para atendê-lo. Caso não seja suficiente, busque por referências entre familiares, amigos e conhecidos. Vale também navegar pela internet e verificar a reputação do pessoal.

Por fim, não se esqueça de avaliar o currículo e o histórico profissional dos envolvidos. Procure saber em que projetos já trabalharam, como são o seu comportamento e o entrosamento com a equipe e qual é o seu comprometimento nas entregas.

Como escolher fornecedores de qualidade?

É essencial procurar por bons fornecedores na hora de sua reforma comercial. Para começar, pesquise por empresas que tenham uma boa reputação no mercado. Na internet, é possível encontrar vários feedbacks de clientes a respeito da prestação de serviços. Uma possibilidade é tentar entrar em contato com alguns para conversar um pouco além do relato registrado online.

Depois, visite também o site do fornecedor e confira sua cartela de clientes e seu portfólio de projetos e conheça sua visão, a missão e seus valores. Caso se interesse, entre em contato por e-mail ou telefone, ou, ainda melhor, agende uma visita. Assim, você pode conhecer melhor a equipe responsável pelo contrato e conseguirá passar melhor suas ideias acerca do projeto.

Também procure se informar a respeito da qualidade dos materiais e dos serviços prestados. Confira a reputação da marca ou das marcas com as quais o fornecedor trabalha e peça amostras sempre que possível. Lembre-se de que as cores de pisos e azulejos, por exemplo, podem se apresentar de um jeito na internet e de outro pessoalmente, então, vale a pena ter essa atenção.

Todas essas dicas são válidas para cada etapa de sua reforma, da compra dos materiais até o término dos revestimentos. Afinal, se tudo estiver bem alinhado, as chances de que o tempo seja otimizado são muito maiores.

Como fazer a manutenção dos materiais de construção?

Manter a lista de materiais de construção civil atualizada é de suma importância em uma reforma comercial. Com ela, você evita esquecimentos, controla melhor a quantidade de materiais por etapa, reduz desperdícios e não extrapola o orçamento inicial.

Além disso, fica muito mais fácil conseguir negociar com os fornecedores e conseguir um preço melhor em sua compra. Com todas essas questões em ordem, a sua obra também fica mais organizada, e você consegue evitar surpresas desagradáveis. Mas como definir o que você precisa? Veja estas dicas!

Divida a obra por categoria

Para começar, determine em que etapa sua obra está, já que cada uma delas tem exigências diferentes. Dividir por categoria é uma boa opção para solucionar esse fator. Por exemplo, a estrutura é o início da obra, em que fundação, vigas e pilares são erguidos.

Em seguida, vem a alvenaria, em que as paredes são levantadas, e você precisará de tijolos, tubos de PVC e fiação. A cobertura é a parte do telhamento e do sistema de captação de água, que pede por calhas, rufos, caixa d’água, entre outros. Por fim, vem o acabamento, com as portas, pisos, tintas e portões.

Analise quantidades

Saber quais itens devem integrar a lista não é suficiente para otimizá-la. Calcule a quantidade com base nessas etapas e separe por períodos as atividades diárias. A partir da experiência dos profissionais envolvidos, ficará mais fácil saber o quanto deve ser comprado de cada coisa.

Compare diferentes orçamentos

Nada de fechar negócio sem pesquisar de verdade, ou você corre riscos de não economizar. Colha orçamentos, faça comparações e analise o que realmente cabe em seu bolso, sem jamais deixar de priorizar a qualidade e o bom atendimento.

Pronto! Viu só que, com algumas providências e muita dedicação, a reforma comercial pode correr muito bem? Com essas informações em mãos, nada de adiar seu sonho ou a sua necessidade de mudar o seu espaço. Invista sem medo e prepare-se para ter um estabelecimento novo e repleto de melhorias para fazer seu negócio crescer cada vez mais.

Este artigo foi útil para você? Se sim, aproveite e compartilhe nosso conteúdo em suas redes sociais para que outros empreendedores se informem e inspirem-se a tomar essa decisão!

Posts relacionados

Deixe um comentário