Entenda como otimizar o revestimento das paredes internas da sua casa

4 minutos para ler

Devido ao grande número de opções de revestimento que o mercado disponibiliza e a variação de preços, é comum, mesmo para aqueles que têm bastante experiência com obras, ficar com muitas dúvidas no momento de escolher o tipo de textura que cobrirá a parede.

Antes restrito às áreas molhadas como cozinha, banheiros e lavanderia, o revestimento de parede interna vem conquistando cada vez mais cômodos, inclusive os secos. A personalidade das vedações não são mais definidas apenas pela cor da tinta. Atualmente, a tinta de uretano, a massa acrílica, o porcelanato e outros modelos estão tomando conta das áreas internas.

Porém, é preciso atentar às características do ambiente e dos materiais para escolher corretamente qual será aplicado. Pensando nisso e na otimização da sua obra, apresentaremos neste post algumas opções de revestimento de parede interna. Confira!

Tinta de uretano

Esse material é muito utilizado para revestir pisos de indústrias e hospitais devido à sua alta resistência à abrasão e facilidade de manutenção. Porém, nada impede que seja aplicado também em paredes.

A tinta de uretano pode dar personalidade ao ambiente acompanhando a mesma textura do piso ou criando uma parede diferenciada como ponto de destaque dentro da residência. A sua maior vantagem é a praticidade na aplicação: basta a superfície ser lisa e ter disponibilidade para esperar uma secagem de 4 a 12 horas.

Massa acrílica

O objetivo inicial desse produto é uniformizar superfícies, já que esse tipo de revestimento não exige preparação da parede antes da aplicação, podendo ser utilizado inclusive em locais sem reboco.

No entanto, o seu uso vai além. A massa acrílica permite que você defina o tom por meio da pigmentação e até mesmo crie texturas utilizando rolos e desempenadeiras. Se o morador quiser mais praticidade ainda, é possível aplicá-la e mantê-la em sua cor original, branca, podendo pintar a parede no tom desejado posteriormente.

Pastilhas e cerâmicas

Mesmo sendo mais utilizadas como revestimento de parede interna de locais úmidos, devido à baixa absorção de água e à resistência, nada impede que as pastilhas e cerâmicas sejam aplicadas em áreas secas. Afinal, como são encontradas em inúmeras cores, desenhos e formatos, permitem infinitas possibilidades de criação de mosaicos, dando um toque todo especial ao ambiente.

Nem sempre esses materiais, principalmente as pastilhas, são encontrados a preço baixo no mercado. Porém, vale lembrar que ambos apresentam alta durabilidade e exigem pouca manutenção, o que compensa o investimento a médio e longo prazo.

Porcelanato

Não é à toa que o porcelanato é considerado um dos revestimentos preferidos dos arquitetos e consumidores. Inicialmente, o preço pode até assustar, porém a durabilidade e resistência apresentadas fazem o valor compensar. Além disso, exige pouca manutenção e, como absorve menos sujeiras e manchas, o material é fácil de limpar.

Outra vantagem é a variedade de modelos encontrados nas lojas de materiais de construção. O morador pode optar por utilizar cores lisas ou mesmo estampas que reproduzem outros materiais, como madeira, mármore e pedras.

Os ambientes internos, por estarem protegidos do clima, permitem que os revestimentos sejam bastante explorados, resultando em combinações únicas, com potencial estético e funcional. Lembre-se que, para atingir um bom resultado, é imprescindível atentar a critérios básicos, como a resistência à umidade, o custo da mão de obra, a praticidade na hora da limpeza e a necessidade de manutenção. Vale ressaltar que a mão de obra deve ser autorizada, pois alguns produtos perdem a garantia se não forem aplicados corretamente.

Você ainda tem alguma dúvida sobre revestimento de parede interna? Se sim, entre em contato conosco, com certeza teremos a solução! Até breve!

Posts relacionados

Deixe um comentário